FATONEWS

Moradores dos distritos rurais de Dourados protestam contra o IPTU

Foto: Karol Chicoski
Foto: Karol Chicoski

De acordo com os moradores, a reclamação não seria em pagar o IPTU, mas pelo fato do valor ser ‘abusivo’.

Após receber os carnês do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) nesta semana, moradores dos distritos rurais de Dourados falaram que o valor chegou muito alto.

A medida que entrou em vigor neste ano de 2017, foi aprovada na Câmara de Dourados no dia 14 de dezembro de 2015, sendo 12 votos favoráveis, seis contrários e uma ausência. Por isso, moradores no Guaçu, em Indápolis, Itahum, Panambi, Picadinha, Vila São Pedro, Vila Formosa e Vila Vargas, estão protestando, mas de acordo com eles, não seria em pagar o IPTU, mas pelo fato do valor ‘abusivo’.

Ao pegar o carnê do IPTU, Ederson Marcio Ramos, de 35 anos, morador no distrito de Vila Vargas, disse que se surpreendeu, que segundo ele, ninguém é contra pagar o imposto, mas o problema é o valor. “O meu carnê chegou em quase R$ 1.000, e a primeira parcela vence no dia 10 de fevereiro, porém, nenhum morador vai pagar, nós queremos rever o valor. Não estamos reclamando em pagar o IPTU, mas é preciso que seja feito um pagamento justo. O valor tem que ser pago em cima do que temos. A prefeitura deve avaliar a planta, a infraestrutura, as condições financeiras, por exemplo.

Ederson explica ainda que não é justo uma pessoa que mora em uma casa simples pagar quase o dobro do valor do que alguém que mora na cidade. Que segundo ele, os moradores dos distritos rurais têm menos melhorias em relação à cidade.

De acordo com Madson Valente (DEM), um dos vereadores que foi contra a cobrança do IPTU dos distritos, conversou com a reportagem da 94FM e disse que no dia 6 de fevereiro, às 18h30, será realizada uma mobilização na Câmara Municipal de Dourados para sensibilizar a prefeita Délia Razuk (PR) e demais vereadores para rever a questão, que segundo ele, não é justo cobrar um valor tão alto aos moradores.

Sendo assim, no dia 6, todos os moradores dos distritos estão se juntando para realizar a mobilização, para analisar a situação, para que tudo seja revisto.

Fonte: 94FM Dourados

Sobre o editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *