FATONEWS

Forças armadas vasculham penitenciária de Dourados contra o crime organizado

Foto: Cido Costa/Douradosagora

Efetivo do Batalhão de Choque de Polícia Militar, 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada e Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen) estão na Penitenciária Estadual de Dourados (PED), desde as primeiras horas de hoje.

O coronel Figueiredo, porta-voz da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), disse em entrevista ao DouradosAgora que esta é a segunda etapa da ação preventiva que iniciou em Campo Grande. Segundo ele, o elemento desta mega-operação é a presença maciça do Exército na penitenciária. que hoje abriga em torno de 2.490 internos. O total de presos excede a capacidade da PED que teria condições ideais de acomodar 800 presidiários.

Conforme informações extra-oficiais, a Operação Poty Poran tem como objetivo desmontar o crime organizado no presídio sob o comando do Primeiro Comando da Capital (PCC).

A ação conta com barreiras externas, nas imediações da Penitenciária Estadual de Dourados (PED), por meio blitze coordenadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF)

De acordo com o coronel Figueiredo, da Sejusp, a operação conta com um maciço suporte tecnológico proporcionado pelos meios do Sistema de Monitoramento de Fronteiras (Sisfron), sediado no quartel do Exército em Dourados.

Os agentes dispõem ainda de viaturas de Comando e Controle com acesso à internet e ligação rádio com os militares que executam as vistorias, passando por aeronaves (helicópteros) com transmissão direta de vídeo (Sistema Olho da Águia), e sistema de transmissão de vídeo individual por rádio (TVP), com o qual cada militar que realiza a vistoria no presídio gera imagens, em tempo real, para os terminais das viaturas de Comando e Controle.

Segundo os militares, o emprego da tecnologia neste tipo de operação confere uma melhor percepção da realidade das ações, proporcionando ao comando os subsídios atualizados à decisão e à capacidade de intervenção imediata, além de conferir ainda mais lisura às ações desenvolvidas.

Serão empregados ainda nas vistorias, cães farejadores, aparelhos tipo scanner, detectores de metal, drones e uma gama de equipamentos de dotação do Exército e da Polícia Militar de modo que a operação interagências possa conduzir ao bom cumprimento da missão, em prol da paz social do povo sul-mato-grossense.

Qualquer informação que possa ser útil ao trabalho, deve ser comunicada à Polícia Militar: 190; Polícia Rodoviária Federal: 191; SIG: 3411.8080; DOF: 3411.8080;Defron: 3410.4800; Polícia Federal: 3410.1700 e 3420.1757; Polícia Civil – 1º Distrito Policial: 3411.8060; Polícia Civil, 2º Distrito Policial: 3424.6911 e 3424.5633, Guarda Municipal: 199; Polícia Militar Ambiental (PMA): 3357-1500– 9905-7763 – vivo – WhatsApp/ 9106-8628 – Claro / 8171-4270 – (Tim)/ 8475-0553 (Oi)

Fonte: Dourados Agora

Sobre o editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *