Após audiência, prefeitura quita dívida com o HU e atendimento é normalizado

Dourados - MS, 13 de junho de 2017


Cirurgias voltarão ao normal no HU

O impasse que suspendeu as cirurgias e internações no Hospital Universitário da Universidade Federal da Grande Dourados (HU-UFGD) terminou e foi restabelecida a normalidade nos atendimentos, conforme a assessoria de imprensa do próprio hospiptal. A prefeitura também confirmou a informação. Os atendimentos voltaram ao normal após audiência realizada ontem (12) na sede do MPF (Ministério Público Federal) de Dourados.

Com isso, tanto a internação de pacientes adultos quanto a realização de cirurgias eletivas, incluindo o reagendamento das que haviam sido suspensas, voltam a acontecer.

Durante o encontro que contou com as partes, além do MPF e do MPE ( Ministério Público Estadual) ficou acordado que a Secretaria Municipal de Educação realizaria de imediato todos os repasses das parcelas municipais em atraso, e faria gestões junto à Secretaria de Estado de Saúde (SES) para que a mesma também normalizasse a situação.

Do total de R$ 2.295.727,72 em atraso, uma parcela de R$ 470.198,69 foi depositada pelo Município na sexta-feira (09), e liberada nesta terça-feira (13). Outra parcela municipal, no valor de R$ 163.812,13, foi depositada na segunda-feira (12), com previsão de liberação na quarta-feira (14).

A Secretaria se comprometeu ainda a efetuar o repasse de outra parcela, no valor de R$ 350.000,00, relativa à parcela estadual de janeiro de 2017, depositada na conta do Município na sexta-feira (09).

O acordo firmado com a intermediação do MPF prevê a continuidade dos repasses em conformidade com a liberação das parcelas do Governo do Estado. Nova reunião foi agendada para a próxima terça-feira (20), também no MPF, para definir a assinatura do novo contrato entre o HU-UFGD e o Município de Dourados.

Desde que foi feito o anúncio da suspensão dos serviços até a segunda-feira, 26 pessoas ficaram sem atendimento no local, conforme levantamento feito pelo HU a pedido do Dourados News e publicado ontem.

Entre os procedimentos comprometidos havia18 pedidos de internação negados e 8 cirurgias eletivas que estavam marcadas e agora serão agendadas novamente. Uma delas na área de ginecologia e obstetrícia, uma cirurgia geral, duas pediátricas, uma em otorrinolaringologia e três pequenas cirurgias.

Fonte: Dourados News

0 Comentários

Os comentários estão fechados.