Por arrecadação, prefeitura aumenta taxas em quase 100% na rodoviária

Dourados - MS, 15 de junho de 2017


Tíquetes das taxas de embarque foram repaginados. (Foto: Isadora Spadoni)

Para incrementar a arrecadação do município, a prefeitura aumentou em 80% as taxas de embarque no Terminal Rodoviário de Dourados. A medida está em vigor desde 15 de maio.

As tarifas para viagens intermunicipais de até 60 quilômetros, que antes eram R$ 0,60, passaram para R$ 1, e as taxas em viagens acima de 60 quilômetros subiram de R$ 2,50 para R$ 4,50.

Segundo o diretor de transporte intermunicipal de Dourados, Hélio Martins dos Santos, há mais de 15 anos o município não reajustava o valor da tarifa de embarque intermunicipal. “Esse valor estava muito defasado. O objetivo da nova gestão é transformar o terminal rodoviário em um cartão postal do município”, disse ao **Dourados News.

Passageiros e empresas de transporte reclamaram da medida. “Não tem nem sabonete e papel higiênico no banheiro, é nojento. Há 20 anos moro aqui e a rodoviária está a mesma coisa. Só colocaram um vidro para a gente passar menos frio à noite”, disse uma passageira.

Outra passageira entrevistada disse que a medida vai pesar no orçamento. “Toda minha família mora no Sul e sempre alguém vem me visitar. Assim a viagem fica muito mais cara”, afirmou.

Um vendedor de bilhetes que não quis ser identificado disse que os clientes estão se queixando bastante do aumento e que muitos estão optando por pegar o ônibus fora do terminal, em pontos espalhados pela cidade ou na beira das estradas.

“Essas pessoas ficam sujeitas a assaltos e tomando chuva, mas não veem outro jeito. Uma passagem para Maracaju, por exemplo, que custa cerca de R$ 20, agora vai custar quase R$ 25 com as taxas”, disse.

O valor dos aluguéis pagos pelas lanchonetes e guichês de venda de passagens no terminal também sofrerá reajuste nos próximos meses, entre 3% e 4%, de acordo com o Hélio Martins.

“Desde o início do ano já conseguimos aumentar nossa arrecadação somente ampliando a fiscalização para evitar fraudes”, disse Hélio. São 17 lojas instaladas na rodoviária, que geram aos cofres públicos cerca de R$ 12.500 em receita com aluguel.

A arrecadação média mensal com taxas de embarque, que era de R$ 36 mil no ano passado, alcançou cerca de R$ 48.500 em março deste ano. Em maio, com 15 dias de reajuste, as receitas com taxas de embarque foram de cerca de R$ 55 mil.

“Nosso objetivo é arrecadar por ano R$ 1,6 milhão, uma média mensal de R$ 116 mil”, disse.

Com o montante adicional, a prefeitura estuda implantar catracas nas plataformas para restringir o acesso somente a passageiros e reduzir a necessidade de fiscais no local.

“Ao diminuir essa mão de obra no local, podemos remanejar esses funcionários para outros lugares da administração.” O sistema de catracas está previsto para ser instalado até dezembro.

Nos próximos dias, palmeiras serão plantadas nos gramados do terminal, além de outros trabalhos de paisagismo. Reformas estruturais como prometidas durante a campanha devem demorar um pouco mais. “Talvez ocorra no ano que vem”, disse o diretor.

Fonte: Dourados News

0 Comentários

Os comentários estão fechados.