. . .

Brasil perderá R$ 1 trilhão do pré-sal com nova lei do petróleo

É o que aponta um estudo da Consultoria Legislativa da Câmara sobre os impactos de uma medida provisória do governo Temer que reduzirá tributos do setor petrolífero; de acordo com o material, o texto da MP, que está sob análise de uma comissão mista no Congresso, pode resultar na não arrecadação de R$ 1 trilhão com o óleo do pré-sal, considerando toda a extração das reservas; nesta terça-feira 10, o senador José Serra (PSDB-SP) renunciou à presidência da comissão, sem explicações; líder do PT, o deputado Carlos Zarattini (SP) disse que a proposta destrói a indústria nacional

Um estudo realizado pela Consultoria Legislativa da Câmara dos Deputados prevê que o Brasil perderá R$ 1 trilhão com a nova lei do petróleo.

O documento, que analisa os impactos da Medida Provisória 795, proposta pelo governo Michel Temer e que está sob análise de uma comissão mista no Congresso, aponta que haverá uma redução de tributos do setor petrolífero nesse montante, considerando toda a extração das reservas.

Nesta terça-feira 10, o senador José Serra (PSDB-SP) renunciou, sem explicações, à presidência da comissão que analisa a MP, assim como o relator, deputado Júlio Lopes (PP-RJ).

Em discurso na Câmara, o líder do PT, deputado Carlos Zarattini (SP), disse que a proposta de Temer destrói a indústria nacional. “Isso significa acabar com o momento de desenvolvimento brasileiro no ramo do petróleo e gás. Entregar definitivamente às multinacionais essa exploração e ao mesmo tempo permitir a importação de todo tipo de equipamento, enterrando a indústria nacional”, denunciou.

Confira aqui e aqui as notas técnicas com os estudos sobre a MP 795.

Fonte: Brasil 247

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Garotas FN

O Editor

Samuel Azevedo

Oferecemos aos nossos leitores links para reportagens e artigos, da imprensa nacional e internacional, que consideramos informativos e de boa qualidade. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site.