. . .

Briga por causa de um bolo provocou morte de fuzileiro naval no Rio

Uma discussão por causa de um bolo de aniversário teria causado a morte do fuzileiro naval Altamir de Almeida Neto, de 23 anos, no domingo (29), em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. A vítima foi baleada nas costas pelo policial civil Alessandro Martins Hallas. O agressor foi preso em flagrante por homicídio.

Segundo investigação da Polícia Civil relatada pelo “Extra”, a namorada do policial comemorava o aniversário dela e estava com o bolo na mão quando uma mulher que acompanhava o militar disse que iria enfiar um dedo no doce. Foi então que as duas começaram a discutir e os homens acabaram se envolvendo na briga. Hallas foi até o carro dele e pegou um revólver calibre 38.

A discussão prosseguiu e, em determinado momento, a namorada do inspetor tropeçou e caiu junto com o fuzileiro. Foi nesse instante que Hallas atirou. A briga aconteceu em frente a um bar. A polícia está analisando imagens de câmeras de segurança que flagraram o disparo.

O inspetor, no entanto, afirma que agiu em legítima defesa e que o disparo foi acidental, pois a intenção seria atingir o chão. A tese não foi aceita pelos investigadores.

Altamir foi sepultado, nesta segunda-feira (30), no Cemitério municipal de São Gonçalo.

Fonte: Notícias ao Minuto

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close

Garotas FN

O Editor

Samuel Azevedo

Oferecemos aos nossos leitores links para reportagens e artigos, da imprensa nacional e internacional, que consideramos informativos e de boa qualidade. Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site.