qua. jan 16th, 2019

Base aliada de Délia abandona sessão e substituição de vereadores presos é adiada

Sessão extraordinária que analisaria mudanças no regimento interno da Câmara de Dourados – distante 225 km de Campo Grande –, nesta segunda-feira (10), foi suspensa por falta de quórum. Nove parlamentares da base aliada da prefeita Délia Razuk (PR) abandonaram a sessão.

Deixaram a sessão os vereadores Jânio Miguel (PR), Júnior Rodrigues (PR), Bebeto (PR), Cido Medeiros (DEM), Romualdo Ramin (PDT), Carlito do Gás (Patriota), Silas Zanata (PPS), Juarez de Oliveira (MDB) e Maurício Lemes (PSB).  Marlaç Filho (PSDB) não compareceu.

Com a saída deles, apenas sete parlamentares ficaram na Casa e a sessão teve de ser interrompida por falta de quórum. Para aprovar mudanças no regimento interno, que determina que chapas precisam ser inscritas até 48 horas antes do pleito, seria necessária maioria absoluta na Casa, ou seja, ao menos 10 vereadores.

Se aprovada, a mudança no regimento interno pode abrir precedentes para a alteração na composição das chapas a qualquer instante antes da votação. Ainda não há informações de quando a sessão será retomada.

A substituição dos vereadores Pedro Pepa (DEM), Pastor Cirilo Ramão (MDB), presos na Operação Cifra Negra e candidatos a presidente e 2° secretário, respectivamente, é necessária para que a eleição da Mesa diretora aconteça. Ainda não há informações de quando ela deva ocorrer.

Fonte: Midiamax

Notícias Relacionadas :::