qua. jan 16th, 2019

Cientista chinês que editou genes de bebês pode ser condenado à morte

Quando He Jiankui desapareceu no início de dezembro, suspeitamos de grandes problemas pela frente para o cientista, mas, como a jornalista Sarah Knapton relata no jornal “Telegraph“, sua situação é ainda pior do que pensávamos.

Segundo o geneticista Robin Lovell-Badge, do Instituto Francis Crick, em Londres, o cientista chinês está vivendo sob guarda armada em um apartamento estatal na cidade de Shenzhen.

Os cientistas parceiros estão preocupados com a possibilidade de enfrentar a pena de morte por suas experiências, diz o “Gizmodo“.

A pesquisa do cientista chinês

O estudo do cientista He Jiankui causou uma resposta negativa por parte da comunidade científica internacional.

O pesquisador chinês disse que editou os genes de gêmeos, que nasceram com resistência à infecção por HIV.

Os nomes dos envolvidos – mãe, bebês, pesquisadores que participaram – não foram divulgados.

He diz que modificou os genes dos bebês com a ajuda do Crispr, técnica de edição genética que é alvo de fortes debates éticos pelo mundo.

Fonte: Renova Mídia

Notícias Relacionadas :::