FATONEWS

Frigorífico de aves em Dourados exportará para Arábia

O frigorífico de aves da BRF em Dourados foi habilitado pelas autoridades da Arábia Saudita a manter a parceria de importações. No dia 21, o país anunciou à Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) que não iria mais receber produtos de cinco plantas frigoríficas brasileiras.

Segundo o G1, os sauditas são os maiores importadores de carne de frango do Brasil. No ano passado foram comprados 486,4 mil toneladas do produto.

Em nota oficial, o MAPA (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento) informou que tomou conhecimento do relatório publicado pelo serviço sanitário da Arábia Saudita habilitando 25 dos 30 estabelecimentos brasileiros como importadores de aves para aquele país.

“A aprovação foi resultante de missão que o Reino enviou ao Brasil em outubro de 2018. Na ocasião, foram visitados frigoríficos, fazendas e fábricas de ração”, afirma a nota.

No ano passado, os 25 frigoríficos aprovados pela avaliação saudita foram responsáveis por 63% do volume das importações brasileiras de carne de frango. Esse percentual corresponde a 437 mil toneladas do produto.

O Ministério também afirmou que ainda está examinando o relatório e encaminhará aos estabelecimentos as recomendações apresentadas.

Além de Dourados, o frigorífico Bello de Itaquiraí também foi aprovado pelas autoridades internacionais.

Veja abaixo a lista completa dos estabelecimentos habilitados:

1- BRF, Dourados (MS)
2- BRF, Videira (SC)
3- BRF, Capinzal (SC)
4- JBS, Passo Fundo (RS)
5- JBS, Montenegro (RS)
6- Seara (JBS), Brasília (DF)
7- Seara, Campo Mourão (PR)
8- Seara, Itaiópolis (SC)
9- Seara, Amparo (SP)
10- Seara, Itapiranga (SC)
11- Seara, Ipumirim (SC)
12- SHB, Francisco Beltrão (PR)
13- SHB, Buriti Alegre (GO)
14- SHB, Dois Vizinhos (PR)
15- SHB, Nova Mutum (MT)
16- Vibra Agroindustrial, Itapejara D’Oeste (PR)
17- Vibra Agroindustrial, Sete Lagoas (MG)
18- Vibra Agroindustrial, Pato Branco (PR)
19- Jaguafrangos, Jaguapitã (PR)
20- Frigorífico Nicolini, Garibaldi (RS)
21- Zanchetta Alimentos, Boituva (SP)
22- Bello Alimentos, Itaquiraí (MS)
23- Frigorífico Nova Araçá, Nova Araçá (RS)
24- DIP Frangos, Capanema (PR)
25- LAR Cooperativa Agroindustrial, Matelândia (PR)

Leia também:  Detentos de Dourados vão cultivar mudas frutíferas

Fonte: Dourados News

Sobre o editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!

1total visits,1visits today