FATONEWS

Cantor faz rap ameaçando agentes penitenciários do DF

O rapper T.R.E. Strong foi preso nesta sexta-feira (25/1) por ameaça e incitação ao crime. Alisson Fernando Brito, seu nome de registro, divulgou música em que tenta intimidar os agentes do Centro de Progressão Penitenciária (CPP). O vídeo com o clipe foi publicado na internet em 19 de janeiro.

Agentes da Diretoria Penitenciária de Operações Especiais (DPOE) fizeram o flagrante e encaminharam o preso à sede da Coordenação Especial de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e aos Crimes Contra Administração Pública (Cecor), que investiga o caso.

No single intitulado de A cachorra vai tocar,  em alusão à sirene que é acionada quando há confusão no pátio do presídio, T.R.E. Strong diz: “Quando a tranca estourar tu vai ser o primeiro a morrer. Papai Noel (apelido de um agente aposentado da unidade) caindo na bala na porta do CPP. O sistema quis assim. Plantou ódio vai colher (sic)”. Em outro verso, ele ameaça o diretor: “Tomar essa cadeia
e enforcar o diretor”.

Alisson Brito é morador de Taguatinga e cumpre pena por tráfico de drogas em regime domiciliar. Ele possui, ainda, passagem por lesão corporal. Com a prisão desta sexta, o cantor pode regredir e voltar ao sistema semiaberto. Ele assinou um termo circunstanciado por ameaça, mas permanece detido, aguardando uma decisão da Vara Criminal de Águas Lindas (GO), que havia expedido a prisão domiciliar.

Em entrevista ao Metrópoles, nessa quinta-feira (24), o autor explicou que escreveu a música há cinco anos, quando estava no sistema prisional, e que não tinha a intenção de ameaçar os servidores.

Acrescentou que se arrependeu do que fez e que tirou o clipe da internet. O agente citado na música registrou uma ocorrência contra o autor. Agora, com a nova denúncia, ele pode responder criminalmente por ameaça e voltar ao sistema fechado.

Leia também:  Funcionários são atropelados por patrão depois de audiência trabalhista

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federa informou que “será aberta investigação para averiguar possíveis práticas de crimes e eventuais sanções penais ou administrativas”.

O presidente do Sindicato dos Agentes de Atividades Penitenciárias do Distrito Federal (Sindpen-DF), Leandro Allan, entendeu o fato como uma apologia à violência e à pratica de crimes. “Vamos tomar as providências cabíveis, tanto na área criminal quanto na cível. Encaminhamos o vídeo para o nosso jurídico e faremos as representações que o Código Penal prevê”, anunciou.

Confira a letra da música:

Refrão 
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

Meu ódio explode e escorre
Na ponta do vergalhão
Á serpentina separa 
A realidade do ladrão 

Mais um q foi cobrado
Vai sangrar até morrer
O tec pen de bala clava
Querendo se aparecer 

A cachorra vai toca
A depoi vai invadi
O Comedia vai chorar 
E o diabo vai sorrir

Bandido na rua!! na tranca x 9
Limpa o chão pela cobal
E a ratazana aqui mais tarde
Vira o prato principal!!

Não boca do cachorro 
Escorre soro positivo 
E na ponta do três oitavos
Eu limpo o sangue do inimigo

Alimentado pelo ódio 
Que vc mesmo plantou 
E o seu tiro de borracha 
Ja na mi faz sentir dor

A cadeia agora é nossa
O Tarado e refém 
Bate cela do Caralho 
Maldito tec pem

Vem atrasar meu lado
Vem quer pagar pra ver
Quando a tranca estourar 
Tu véi ser o primeiro a morrer.

Notícia na tv 
e eu tô louco pra ver
Papai Noel caindo na bala
Não porta do cpp

O sistema quis assim
Plantou odio e vai colher
Catimba a aq e lixo 
E no Fundão nos e de ver

Refrão 
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

letra
Procedimento vagabundo olha o confere
Aí compad e 5 em casa jega 
Pra facilitar a contagem 
Coloca a mão pra trás ai ver se não faz barulho se não toco a cachorra
E exparro todo mundo!

Ontem no bati fundo 
Deram bombe na cobal
E no straick do depoi
Outro preso passou mal

Entre o gás lacrimogêneo 
Vi a sombra de satanás 
Na cova dos leões seu parceiro 
E barbas

Todo ódio que alimento
Do maldito tec pen
Vem de quando da pivete 
Do tempo da funabem

Planejei por tantas noites
Como arrebentar essas grades
Enquadra a guarnição matar esses coardes

Vingar a humilhação 
do que fizeram com minha mãe 
O dia da visita 
não teve champagne

Tomei 10 de Miami 
E 5 tiros de borracha
Comendo xepa Azeda
No canto da privada 

Ajoelho e rezo o terço 
Peço ao pai e digo amém 
Me de forças pra eu matar 
Uns 5 tec pen

Tomar essa cadeia 
e enforcar o diretor
Mostrar pra esses pilantras
O cão que eles adentro 

Refrão 
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia
Tomar essa cadeia

Cata o tec pen

Fonte: Metrópoles

Sobre o editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!
Leia também:  Cabos furtados na Guaicurus são repostos
Últimas Notícias

1total visits,1visits today