segunda-feira, junho 18

Política

Notícias da Política

Especialistas sugerem ações para conter ciberataques e propagação de fake news

Especialistas sugerem ações para conter ciberataques e propagação de fake news

Política
Cerca de 100 milhões de ciberataques já ocorreram este ano no Brasil e, até dezembro, a estimativa é de que esse número chegue a 246 milhões, um aumento de 30% em relação a 2017. Além disso, 97% das pessoas repassam notícias falsas sem conferir o conteúdo, segundo o Relatório da Segurança Digital no Brasil, do DFNDR Lab, laboratório de segurança de dados ligado à empresa PSafe. As informações são do diretor do DFNDR, Emílio Simoni, que na quarta-feira (13) participou de audiência pública sobre crimes cibernéticos na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). O cibercrime é definido como qualquer atividade ilícita cometida na internet e pode envolver roubo de dados, acesso a informações confidenciais e falsidade ideológica, entre outros. Para mudar o cenário desfavorável do B
Presidente Temer quer gastar R$ 2,7 milhões para usar celular em avião

Presidente Temer quer gastar R$ 2,7 milhões para usar celular em avião

Política, Slider
O presidente Michel Temer prepara um edital para garantir que os passageiros dos vooos presidenciais possam usar a telefonia móvel. O preço para manter Temer e sua comitiva conectados no ar pode chegar a R$ 2,7 milhões. Este é o limite do valor que será estimado no edital. A informação foi divulgada na coluna do jornalista Lauro Jardim, no jornal "O Globo". De acordo com o jornalista, a principal exigencia do edital é que a conexão telefônica funcione ininterruptamente em qualquer lugar do mundo. No texto há especificações para a quantidade de minutos usadas pelos passageiros em um ano, 4,5 mil; para a franquia de internet, 120 mil megabytes; e até mesmo para transmissão de fax 420 minutos. Fonte: Forum
Magno Malta diz a Bolsonaro que não será seu vice

Magno Malta diz a Bolsonaro que não será seu vice

Política
O senador Magno Malta (PR-ES) avisou ao deputado federal Jair Bolsonaro (RJ), pré-candidato do PSL à Presidência da República, que não topa ser candidato a vice na sua chapa. O aviso inviabiliza de vez a estratégia de Bolsonaro de fechar uma aliança com o PR para aumentar seu tempo na propaganda de TV. "Sou candidato a senador", afirmou Malta ao jornal O Estado de S. Paulo. O parlamentar capixaba era visto como o vice ideal pelo grupo político de Bolsonaro por ter o perfil ligado à direita e a grupos conservadores que são a sustentação do deputado do PSL. O Estado apurou que um dos motivos que levaram Malta a não aceitar compor a chapa com o parlamentar fluminense foi o fato de sua mulher não querer disputar o Senado em seu lugar nas eleições deste ano. A cantora gospel Lauriete Rodr
Antes crítico ao Bolsa Família, Bolsonaro volta atrás e agora defende programa

Antes crítico ao Bolsa Família, Bolsonaro volta atrás e agora defende programa

Política
O pré-candidato à Presidência do PSL, Jair Bolsonaro, passou a defender a manutenção do Bolsa Família, programa de transferência de renda direcionado às famílias em situação de pobreza e de extrema pobreza em todo o País. No entanto, em diversas ocasiões anteriores, o deputado criticou o programa criado no governo de Luiz Inácio Lula da Silva, que atualmente atende 13,9 milhões de pessoas, segundo o Ministério de Desenvolvimento Social. Agora, ao jornal O Globo, o presidenciável declarou: “Comigo, o programa será mantido. Vou deixar isso claro em um programa de governo. Quero combater essa fake news de que vou acabar com o programa. Vamos bater na questão das fraudes. Há cidades em que o benefício é dado irregularmente para cerca de um terço dos participantes.” Em fevereiro de 2011, no
Ciro diz que Temer vai para a cadeia e que ladrão do MDB terá de lhe fazer oposição

Ciro diz que Temer vai para a cadeia e que ladrão do MDB terá de lhe fazer oposição

Política
Pré-candidato à Presidência da República, o ex-ministro Ciro Gomes (PDT) disse nesta quarta-feira (6) que o presidente Michel Temer será preso e que o MDB é o único partido com o qual descarta alianças. Ele também fez críticas ao deputado Jair Bolsonaro (PSL-RJ), a quem chamou de tresloucado, boçal despreparado e câncer. Nominalmente, Ciro criticou o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (MDB-RJ) e Temer, seus contemporâneos no Legislativo. "Peguei um tempo em que estava em pleno comando da Câmara o Michel Temer e o Eduardo Cunha, batendo bola um com o outro para roubar a nação. Fui processado por ambos. Um já está na cadeia e o outro vai", afirmou em sabatina promovida pelo jornal Correio Braziliense. Em seguida, elencando todos os governos de que Romero Jucá (MDB-RR) foi líder -de Fer
FHC pediu a Marcelo Odebrecht recursos a candidatos tucanos

FHC pediu a Marcelo Odebrecht recursos a candidatos tucanos

Política, Slider
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) recorreu a Marcelo Odebrecht para angariar fundos para a campanha ao Senado de dois tucanos em 2010 --Antero Paes de Barros (MT) e Flexa Ribeiro (PA). Os recursos não foram registrados pelas campanhas na Justiça Eleitoral. O pedido de FHC"‚foi feito por email e localizado por peritos da Polícia Federal nos discos rígidos do computador do herdeiro da Odebrecht. A troca de mensagens foi anexada aos autos de um dos processos em que o ex-presidente Lula é réu. A informação foi revelada pela revista Veja e confirmada pela Folha. O primeiro email enviado a Marcelo é de 13 de setembro de 2010, com o assunto "pedido". Nele, FHC diz que, recordando da conversa que tiveram em um jantar, envia um "SOS". "O candidato ao Senado pelo PSDB, Antero Pae
Em ato de Lula em Minas, Dilma tem protagonismo e Pimentel assume tom de campanha

Em ato de Lula em Minas, Dilma tem protagonismo e Pimentel assume tom de campanha

Política
Num ato programado para o lançamento da pré-candidatura de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), foi a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) quem saiu protagonista. Ela foi escolhida para ler a carta escrita pelo ex-presidente, preso em Curitiba, aos militantes no evento em Contagem (MG) e foi aclamada aos gritos de senadora, embora não admita a candidatura. Em abril, a petista transferiu seu domicílio eleitoral para Minas Gerais, estado escolhido para o ato nacional desta sexta (8), o que a favoreceu. "Uai, uai, que coisa boa. Minas Gerais vai ter Dilma senadora", gritou o público. Afirmando que que o senador Aécio Neves (PSDB-MG) está desmoralizado, o senador Lindberg Farias (PT-RJ) disse que o povo fará justiça a Dilma elegendo-a senadora. Caso Aécio concorra à reeleição, a disputa presidenci
Azambuja confirma aliança com PP, mas desconversa sobre indicação de vice

Azambuja confirma aliança com PP, mas desconversa sobre indicação de vice

Política
Pré-candidato à reeleição, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) confirmou, nesta sexta-feira (8), acordo “quase fechado” entre seu partido e o PP do ex-prefeito Alcides Bernal. Contudo, ele disse não “não ter ainda nada fechado” quanto ao comunicado extraoficial de que o PP iria definir nomes para vice na chapa do tucano. “Sobre essa indicação [PP escolher vice] não temos essa posição fechado. O PSDB tem buscando aliança com o PP, que tem bons nomes”, limitou-se Azambuja ao tratar o assunto. No entanto, logo em seguida, o governador completou: “assim como outros partidos, o PP terá voz dentro do partido [PSDB, no caso]”. Pelo dito pelo governador, as decisões acerca da chapa dele serão determinadas pelo PSDB e partidos aliados. “Nossa campanha será feita por um colegiado [as s
Fachin nega pedido de quebra de sigilo telefônico de Temer

Fachin nega pedido de quebra de sigilo telefônico de Temer

Política
 O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), decidiu não atender ao pedido da Polícia Federal de quebrar o sigilo telefônico do presidente Michel Temer no âmbito de um inquérito instaurado com base na delação da Odebrecht. Fachin determinou a quebra do sigilo telefônico dos ministros da Casa Civil, Eliseu Padilha (MDB), e de Minas e Energia, Moreira Franco (MDB), alvos da mesma investigação. A decisão de Fachin é sigilosa, mas foi confirmada pelo Broadcast Político, serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado, por fontes com acesso à investigação. A investigação foi aberta para apurar relatos de delatores da empreiteira sobre suposto pagamento de R$ 10 milhões em doações ilícitas para campanhas do MDB em troca de favorecimento da empresa. O acordo, segundo a del
Flávio Bolsonaro: ‘Se bandido der mole, eu largo o dedo mesmo’

Flávio Bolsonaro: ‘Se bandido der mole, eu largo o dedo mesmo’

Política
Em primeiro lugar nas pesquisas de intenção de voto para o Senado, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL) reforçou ser contra a política de cotas e o desarmamento, e a favor da redução da maioridade penal. Em entrevista à colunista Marina Caruso, de O Globo, ele avaliou que "cota é racismo". "Tem um monte de pobre branco com as mesmas dificuldades de quem é cotista. Imagina o branco nordestino pobre, filho do porteiro, da passadeira. Do jeito que é colocada essa questão, parece que o negro é incompetente, burro, não tem capacidade de estudar para passar numa prova", considerou. Ao defender que o cidadão tenha direito a porte de arma, ele insinuou estar armado. "Pode ficar tranquila porque, se entrar alguém pra assaltar, posso ajudar. Muita gente que gostaria de me fazer uma malda