DF: casal cobrava até R$ 2 mil para não divulgar fotos íntimas

A Polícia Civil do DF prendeu, nesta segunda-feira (24/06/2019), um casal acusado de extorquir usuários de site de relacionamento. Segundo as investigações, o homem e a mulher, usando perfis falsos, mantinham contatos com terceiros até conquistarem a confiança das pessoas e trocarem imagens íntimas ou de conteúdo sexual. As vítimas, depois, eram ameaçadas. A dupla exigia pagamentos de até R$ 2 mil para não divulgar as fotos e os vídeos.

Tiago Silva Morais, 29 anos, e Deusiene Pereira da Silva, 23, segundo a PCDF, usavam fotos de homens e mulheres atraentes para atrair a atenção e enganar as vítimas. “Eles tinham uma conversa muito envolvente, que acabava imediatamente após as vítimas mandarem fotos delas nuas. A partir daí, começavam as ameaças e extorsões. Eles procuravam por familiares daquelas pessoas nas redes sociais e diziam que, se não pagassem, eles enviariam as imagens para os parentes”, explicou o delegado-chefe da Delegacia de Repressão aos Crimes Cibernéticos (DRCC), Giancarlos Zuliani.

A polícia chegou aos golpistas após um casal denunciar o caso. Eles acreditavam que estavam conversando com a pessoa do perfil, com a intenção de fazerem um programa a três. Na delegacia, eles mantiveram as conversas com Tiago e Deusiene enquanto agentes decodificavam a localização da dupla. Os golpistas foram presos em uma casa, em Taguatinga Norte, por volta das 15h.

Fonte: Metrópolis

Sobre o editor

Samuel Azevedo
Samuel Azevedo
Trabalhando para trazer a verdade ao público!

A verdadeira informação é a salvação de uma nação livre de injustiças!
Últimas Notícias
Leia também:  Imagens fortes. Homem em moto morre ao bater de frente em carro