sábado, Fevereiro 24

Economia

Notícias sobre economia

Votação do projeto que cria auxílio-transporte para magistrados de MS é suspensa na ALMS

Votação do projeto que cria auxílio-transporte para magistrados de MS é suspensa na ALMS

Economia, MS
O presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, Júnior Mochi (MDB), decidiu, na manhã desta terça-feira (20), suspender a votação do projeto do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, que prevê a criação do auxílio-transporte aos magistrados da Corte. Se aprovado, o benefício pode aumentar em até R$ 6 mil os salários de juízes e desembargadores. A medida deve favorecer ainda procuradores e promotores do Ministério Público Estadual e os defensores públicos. O adiamento do debate acerca do projeto foi confirmado pelo deputado estadual Beto Pereira, do PSDB. O tucano disse ter ouvido de Mochi que a suspensão do assunto tem a ver com a "repercussão" do projeto do Judiciário. Assim que anunciada a criação da proposta, parte da sociedade reagiu negativamente à ideia, po
Auxílio-moradia: conselheiros do TCDF moram muito bem, graças a você

Auxílio-moradia: conselheiros do TCDF moram muito bem, graças a você

Economia, Slider
No país marcado por contrastes sociais, sobram exemplos de como o trabalhador comum parece viver em um planeta diferente do habitado por autoridades. É o caso do auxílio-moradia, benefício recebido por integrantes do alto escalão dos Três Poderes. No Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF), alvo de recente controvérsia sobre o assunto, a regalia ajuda os sete conselheiros do órgão a terem uma qualidade de vida inacessível para a maioria dos brasilienses. Todos moram em áreas nobres da capital federal, onde o preço do metro quadrado é aferido a peso de ouro. Atualmente, os membros do TCDF ganham quase R$ 30 mil mensalmente. Além desse valor, conseguiram na Justiça, em janeiro, o direito de voltar a receber o auxílio-moradia. Dessa forma, a cada mês, os contracheques vêm com R$
Preço médio de gasolina chega a até R$ 7,16 na sexta-feira

Preço médio de gasolina chega a até R$ 7,16 na sexta-feira

Economia, Slider
O Ministério da Fazenda publicou os preços médios de combustíveis que os estados adotarão a partir de sexta-feira (16). Na Paraíba, por exemplo, o litro da gasolina premium deve custar R$ 7,1579, a mais cara de todo o país. No Acre, o litro da gasolina comum deve custar R$ 4,7428, e o Rio de Janeiro terá a segunda média de preço mais cara, a R$ 4,6460 o litro. No caso do etanol, combustível ligeiramente mais barato, o maior valor deve ser encontrado no Rio Grande do Sul, por R$ 3,9552 o litro. Veja o preço médio que será adotado nos diferentes estados: Estado / Gasolina Comum / Gasolina Premium / Etanol Acre R$ 4,7428 R$ 4,7428 R$ 3,6721 Alagoas R$ 4,2500 R$ 4,3480 R$ 3,2560 Amazonas R$ 4,3176 R$ 4,3176 R$ 3,3747 Amapá R$ 4,1100 R$ 4,1100 R$ 3,3280 Bahia R$ 4,2500 R$
Governo gastou mais de R$ 50 milhões com festividades em 2017

Governo gastou mais de R$ 50 milhões com festividades em 2017

Economia, Slider
Durante todo o ano passado, a União gastou R$ 50,7 milhões com festividades e homenagens. Com os recursos, teria sido possível bancar um ano de carnaval de Salvador, um dos maiores do Brasil. No ano passado, o carnaval da capital baiana teve custo total de R$ 50 milhões, sendo 40% deste valor financiado com recursos dos cofres municipais – R$ 20 milhões, enquanto R$ 30 milhões ficaram a cargo da iniciativa privada. O montante desembolsado para festividades e homenagens é superior, por exemplo, ao valor previsto para ser investido na realização de obras e na aquisição de equipamentos em ações do Ministério da Transparência e na Defensoria Pública em 2018. O levantamento foi feito pela ONG Contas Abertas. Órgãos mais “festeiros” No ano passado, o Ministério da Saúde foi o maior resp
Com ‘penduricalhos’, 18 mil juízes deixam de pagar R$ 360 mi de tributo

Com ‘penduricalhos’, 18 mil juízes deixam de pagar R$ 360 mi de tributo

Economia, Slider
Um conjunto de 18 mil juízes brasileiros, de 81 tribunais federais e estaduais, deixa de pagar cerca de R$ 30 milhões por mês de Imposto de Renda graças à isenção tributária de benefícios como auxílio-moradia, auxílio-alimentação e auxílio-saúde. Se os chamados penduricalhos fossem tributados da mesma forma que os salários, cada juiz teria de repassar, em média, 19% a mais para a Receita Federal. Como a grande maioria dos auxílios concedidos pelo Poder Judiciário tem valor fixo e pagamento mensal, é possível projetar que essa espécie de renúncia fiscal alcance R$ 360 milhões por ano - aproximadamente R$ 20 mil por juiz, em média. Nas últimas semanas, líderes da categoria e juízes de grande expressão pública - entre eles Sérgio Moro, titular da 13.ª Vara Federal de Curitiba e responsá
Huck comprou jatinho após empréstimo de R$ 17,7 milhões do BNDES

Huck comprou jatinho após empréstimo de R$ 17,7 milhões do BNDES

Destaque, Economia
Possível candidato à Presidência da República, o apresentador Luciano Huck utilizou R$ 17,7 milhões do BNDES para comprar um jatinho particular da Embraer. O empréstimo foi feito em 2013 por meio do programa BNDES Finame (Financiamento de Máquinas e Equipamentos) com juros de 3% ao ano e 114 meses de amortização para o pagamento. Segundo o blog Tijolaço, o crédito foi tomado pela Brisair Serviços Técnicos Aeronáuticos Ltda, que tem Huck e a esposa, Angelica, como sócios, e teve o Itaú como operador. Ainda de acordo com o blog, a Brisair funciona em uma sala da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, e no registro na Receita Federal afirma atuar com "consultoria em gestão empresarial, exceto consultoria técnica específica". Em nota enviada ao jornal Folha de S. Paulo, a assessoria do apre
Com lucros recordes em 2017, bancos fecharam mais de 17 mil postos de trabalho

Com lucros recordes em 2017, bancos fecharam mais de 17 mil postos de trabalho

Economia, Slider
Os três maiores bancos privados do Brasil – Itaú, Bradesco e Santander – tiveram, juntos, lucro líquido de R$ 53,8 bilhões. A cifra representa um crescimento de mais de 15% em relação a 2016. Somente o Itaú alcançou o maior lucro de uma instituição financeira na história do Brasil: R$ 24,8 bilhões. De outro lado, o setor cortou muitos postos de trabalho. É o que lembra Ivone Silva, presidenta do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. "O setor bancário fechou 17.905 postos de trabalho em 2017, de acordo com dados do Caged [Cadastro Geral de Empregados e Desempregados]. Para ajudar o Brasil a crescer, o setor bancário precisa começar a retribuir a sociedade, praticando juros civilizados, elevando a oferta de crédito, melhorando o atendimento à população através de contr
Deltan Dallagnol recebe auxílio-moradia mesmo com casa própria

Deltan Dallagnol recebe auxílio-moradia mesmo com casa própria

Destaque, Economia
O procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa do Ministério Público Federal (MPF) na Operação Lava Jato, recebe R$ 6.659,73 de verbas indenizatórias por mês. Esse tipo de benefício, que inclui auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio-moradia, não está sujeito ao teto constitucional. Desse valor, R$ 4.377,73 são de auxílio-moradia. Segundo assessoria do MPF, o procurador possui imóvel próprio em Curitiba, onde mora. A assessoria afirma que o pagamento do benefício está "amparado em uma liminar e em regulamentações internas que não trazem entre as vedações o fato de a pessoa possuir imóvel". O MPF também diz que "a norma permite o pagamento a todos". O restante do pagamento é composto por R$ 884,00 de auxílio-alimentação e R$ 1.398,00 de auxílio-pré-escola -o MPF
Juízes do Rio têm verba até para material escolar, entre outros penduricalhos

Juízes do Rio têm verba até para material escolar, entre outros penduricalhos

Economia
Magistrados do Estado do Rio têm direito a receber uma série de auxílios, além dos salários, para despesas com transporte, moradia, refeição e educação dos filhos até completarem 24 anos. São oito os penduricalhos, que somados podem elevar os contracheques para R$ 38,6 mil por mês. Juízes e desembargadores têm direito a verba mensal de R$ 1.136,53 para pagar mensalidade escolar. Quem tem três filhos, teto máximo, embolsa R$ 3,4 mil. Se a mensalidade for menor do que o valor do auxílio, a diferença cobre matrícula, material e uniforme. (…) O TJ-RJ também concede o benefício “caso o filho do magistrado frequente instituição pública de ensino”. Nesses casos, uma cota da verba é paga no início do ano, para “ressarcir as despesas de material e uniforme”. (…) Desde 2012, uma ação
Brasileiros aceitam salários menores e postos sem carteira para driblar desemprego

Brasileiros aceitam salários menores e postos sem carteira para driblar desemprego

Destaque, Economia
Trabalhos informais e por conta própria já superam o emprego formal no Brasil. Há cerca de dois anos, enviar currículos para diferentes empresas virou rotina diária da engenheira hídrica Leilane Rocha Abreu, de 32 anos. Natural de Diamantina, em Minas Gerais, ela se mudou para o Rio de Janeiro, em 2012, após receber uma boa oferta de emprego para trabalhar como terceirizada na Petrobras. Porém, acabou sendo dispensada em 2016 depois que estourou a crise na petroleira, envolvida no maior esquema de corrupção do país. Do lado de fora da estatal, a situação tampouco era favorável. O país atravessava a pior recessão das últimas décadas, com alto índice de desemprego e a área de engenharia também amargava uma das piores fases. Cansada das negativas e da falta de oportunidades no seu seto